Deu zebra! XV perde para Barbarense diante de 5.058 torcedores (*)

Atualizado: 25 de Jun de 2019

A torcida saiu frustrada, mas esperançosa para a segunda fase. O XV tem mais um jogo a fazer na primeira fase , em Americana. Depois é esperar pela tabela da nova fase e iniciar nova etapa rumo ao acesso.


Danilo vence o goleiro e sai pra comemorar o único gol do XV - Foto: Paulo César Grange

(*) Público atualizado para 5.064 no borderô da FPF


A torcida atendeu ao chamado da diretoria e da comissão técnica do XV de Jaú, bateu a marca de 5.058(*) pessoas no estádio, mas em campo deu zebra. O Galo perdeu por 2 a 1 para o União Barbarense, mas ainda é líder do grupo, uma vez que o Rio Branco também na rodada (para o Independente).

O jogo era para o XV ter feito festa com sua torcida e arrancar para a segunda fase com um grande público o apoiando. E chegou a criar muitas jogadas, perdendo todas no primeiro tempo. Na segunda etapa, quando esteava melhor em campo, acabou sendo alvo de três ataques seguidos, tomando gol num deles aos 16 minutos.



O 1 a 0 para Barbarense parecia que seria temporário, já que o XV continuou em cima do rival, criando chance e finalizando para fora. Até que aos 27, Danilo ficou com a bola na entrada da pequena área e finalizou de forma certeira. A partir daí a virada era o objetivo. Mas aos 41 Caicedo esbarrou em zagueiro rival e o juiz marcou pênalti, convertido por Brendon aos 42.

Para o técnico Rogério China, o XV não conseguiu render o que se esperava. Estava com pouca opção na reserva, mas é preciso "ter tranquilidade nessa hora". Segundo ele, "é na derrota que a gente vê o que tem pra fazer em busca da recuperação"

China falou que o XV teve 17 finalizações, contra apenas 6 do Barbarense. "Faltou uma transição boa de bola hoje. A bola não chegou boa ao Batalla, que não está numa fase muito legal."

O meia Alaor, que estreou neste jogo, resumiu o que foi a partida "A gente criou bastante, mas não soube aproveitar".


Gustavo Fraga, goleiro do XV: não foi pênalti

O goleiro Gustavo Fraga, na sua segunda partida, falou que o time do XV se achou muito confortável em campo. "A gente aceitou um pouquinho e não é o que se pode fazer dentro de casa. Em casa temos de nos impor mais." Além disso, ele disse que o lance do pênalti não foi de fato "e isso acabou alterando o resultado".



Próxima rodada - A torcida saiu frustrada, mas esperançosa para a segunda fase. O XV tem mais um jogo a fazer na primeira fase - dia 30, em Americana, contra o Rio Branco. Depois, é esperar pela tabela da nova fase e iniciar nova etapa rumo ao acesso.

XV 1 x 2 União Barbarense

Zezinho Magalhães

Público/renda: 5.058 pessoas (*) / R$ 27.445,00 (borderô atualizado)

XV de Jaú:Gustavo Fraga; Cafu, Victor, Caicedo e Vinicius Careca; Emanuel Júnior, Danilo, Murilo (Rodolfo) e Alaor; Batalla e Vinicius Fleck. Técnico: Rogério China

Gols: Luiz Antonio (16min 2T, Barbarense), Danilo (27min, 2T, XV) e Brendon (42min 2T, de pênalti, XV)


Vinicius Fleck