"Nada está perdido", garante técnico do XV após derrota para o Serra


"Nada está perdido. Estamos na briga ainda. Vamos buscar a classificação". O comentário é do técnico Sérgio Caetano após a derrota do XV de Jaú para o Serra por 2 a 1 na noite desta segunda=feira no Estádio Zezinho Magalhães, pela segunda rodada da Copa São Paulo de Futebol Júnior.


Yuri cobra penalidade e faz o gol do XV no jogo

Com o resultado, o Serra foi a três pontos, igualando ao XV; o Vitória começou a rodada com três pontos e jogaria contra o Guarani na noite desta segunda=feira. As definições ficam para quinta=feira, dia 9, com Serra x Guarani e XV x Vitória.



Yuri pega a bola em busca de mais um gol, mas ele não saiu

Dois gols sofridos em menos de dez minutos foram fatais para o Galo, que demorou para se encontrar em campo na etapa inicial. Depois do susto inicial nos gols de Ruan aos dois e Damásio aos dez minutos, o XV tomou o domínio das jogadas, mas as chances de gols foram poucas.



Gustavo Canhão

O treinador buscava a vitória e ainda no primeiro tempo colocou mais um atacante, Leonardo, no lugar do volante Rodrigo. Mas foi apenas na segunda etapa que o XV se mostrou de fato mais superior em campo. Criando jogadas, finalizando mais vezes e indo ao ataque a todo instante.


Essa pressão deu certo aos 21 minutos, quando Daniel foi derrubado na área. Pênalti, que o meia Yuri mostrou personalidade ao pegar a bola e dizer: "deixa comigo". Ele foi lá e fez o gol, diminuindo para 2 a , que acabou sendo o placar final.




Yuri havia entrado em campo no lugar de Gustavo Canhão minutos antes e já tinha criado uma grande jogada, quando driblou três adversários e foi à linha de fundo, deixando a bola para Wésley cruzar. Pena que o lance não terminou em gol.


Na segunda etapa também entraram em campo Davi no lugar de Carlinhos, Manoel no lugar de Caíque e Marco Polo no lugar de Oscar Bahia. As mudanças deixaram o XV bem ofensivo, ainda mais quando o Serra ficou com dez jogadores em campo por causa da agressão de Damásio ao defensor quinzista.



Ao analisar o jogo, o técnico Sérgio Caetano lamentou o início ruim. "Dois gols que tomamos é inaceitável, mas não dá pra culpar os meninos. Se tiver um culpado é todo mundo". Agora, segundo ele, é trabalhar novamente, se concentrar na missão que terá diante do Vitória na quinta=feira à noite, "voltar a ser aquele time competitivo, o time aguerrido e buscar o resultado."


XV de Jaú: Vinícius; Carlinhos (Davi), Daniel, Balan, Nailson, Caíque (Manoel), Rodrigo (Leonardo), Molina, Gustavo Canhão (Yuri), Wésley, Oscar Bahia (Marco Polo). técnico: Sérgio Caetano

Amarelos: Molina, Rodrigo e Leonardo do XV; Adriel, Michael e Damásio do Serra

Vermelho: Damásio, do Serra

Gols: Ruan e Damásio para o Serra; Yuri para o XV de pênalti

PRÓXIMO JOGO: XV X Vitória, às 2Oh de quinta, dia 9; e Guarani x Serra, às 17h45 do dia 9