Pedro Rocha, o goleiro que chegou ao XV antes da pandemia com pinta de titular

O XV de Jaú tem um trio de goleiro capaz de dar conta do recado qualquer que seja o camisa 1. Por isso a disputa pela camisa de titular vai ser das mais acirradas, justamente por ser numa posição onde só um entra em campo e a rotatividade costuma ser pequena. Pedro Rocha, Rodrigo e Thiago Igor concorrem ao posto.




O goleiro Pedro Rocha, com passagem pela Ponte Preta até o início do ano e emprestado ao Galo, espera sair na frente nessa disputa, mesmo porque em março deste ano ele já estava no XV vindo com pinta de ser o titular caso o Campeonato Paulista Sub23 da Segunda Divisão tivesse começado em 18 de abril.


Ele foi o titular do XV no jogo-treino de março, em Capivari, na época em que o mundo era outro e o elenco estava em formação. Veio a pandemia, a quarentena e Pedro Rocha foi para sua cidade, Parapuã, onde treinava à distância com orientação do preparador de goleiros do XV, Ítalo Baraldi, e do preparador físico, Carlos Penteado.



Pedro, durante treino CT do Jauzão

Desafio - Por que deixar a Ponte Preta para defender o XV de Jaú na “Bezinha”? Pedro Rocha explica que tem o lado do desafio e de um passo importante para sua carreira “em questão de rodagem, de jogo e tudo o mais”. Ele disse que também conhece o pessoal do XV, por isso abraçou a ideia de disputar o acesso à Série A-3.


“Vamos lutar cada dia mais para subir. É um elenco muito qualificado em todas as posições e agora é trabalhar firme com seriedade para conquistar o acesso e colocar o XV aonde ele merece estar, que não é a segunda divisão paulista”, falou Pedro Rocha.


Diz que suas maiores referências para a posição são justamente dois amigos goleiros da própria Ponte Preta: Ivan e Ygor Vinhas.


Pedro, no jogo-treino em Capivari no mês de março

Companheiros - Ele começou a carreira na Itapirense, onde foi campeão paulista sub20 da segunda divisão em 2020. Lá atuou ao lado de vários jogadores que hoje estão em Jaú, como Batalla, Luzinel, Carabali, Luis Dario e Kevin. “No ano seguinte fui para a Ponte, onde disputei o Paulista e o Brasileiro sub-20 . Em 2019 subi para o profissional, onde trabalhei com o Rodrigo, um cara que tenho total respeito, amizade dentro e fora de campo.”

PEDRO ROCHA

Nome: PEDRO HENRIQUE ROCHA DA SILVA

Posição: GOLEIRO

Nascimento: 01/06/1998

Último clube: PONTE PRETA

Altura/peso: 1,94,88kg

Natural: CAMPO GRANDE – MS