Presidente da FPF suspende regulamento que previa dividir a Segunda Divisão em duas

Não haverá mais “rebaixamento” no Campeonato Paulista Sub-23 da Segunda Divisão, ou seja, não será criada mais uma divisão, conforme previsto no Conselho Arbitral do qual o XV de Jaú participou em fevereiro.


Essa posição de não desmembrar a Bezinha em B1 e B2 para a temporada de 2021 ficou clara na entrevista do presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Reinaldo Carneiro Bastos, ao programa Jogo Aberto, da TV Bandeirantes, nesta quarta-feira.


O presidente do XV, João Vital Neto, aprova esse posicionamento e defende que o desmembramento tenha sua viabilidade reanalisada. CLIQUE AQUI


Reinaldo C Bastos, presidente da FPF

O dirigente da FPF falou que o objetivo dos clubes é concluir o Estadual (A-1, A-2 e A-3) no prazo que a saúde pública permitir – os campeonatos foram suspensos por conta da pandemia do coronavírus e ainda não tem data para recomeçar. "A totalidade dos clubes de São Paulo querem terminar as competições, independentemente do tamanho ou da divisão”, declarou Bastos.


Início suspenso - Sobre a Segunda Divisão, que teria início neste fim de semana e previa jogo do XV de Jaú em Assis no domingo, o presidente da FPF disse que as mudanças aprovadas ficarão para o próximo ano. Ou seja, foi abortado o regulamento que previa que apenas os 16 melhores permaneceriam na chamada quarta divisão e os demais iriam disputar a quinta divisão em 2021.

A entrevista de Reinaldo Carneiro Bastos repercutiu na imprensa. O portal Futebol Interior trouxe o posicionamento do dirigente e que os clubes serão novamente para a discussão de uma nova forma de disputa.


Nova reunião sem data - "Todo mundo sabe, que já tínhamos feito o conselho técnico com todos os times que irão disputar o Campeonato Paulista da Segunda Divisão e havia sido aprovado por unanimidade um projeto ousado, arrojado para a competição, no qual o torneio deste ano iria dividir os times para uma nova divisão à partir de 2021. Assim a Série B1 ficaria com 16 clubes - sendo disputada no mesmo padrão da Série A - e os outros jogariam a B2. Mas por conta dessa paralisação no futebol, esse projeto está abortado, por enquanto, e deve ser colocado em prática na próxima temporada", falou.

Sobre quando será a nova reunião com os clubes, o presidente da FPF não deu datas. "Primeiramente, vamos esperar ter condições de saúde para retomar as competições. Quando for possível voltar, faremos um novo Conselho Técnico da Segunda Divisão, vamos ouvir os clubes e mudar o formato da competição.”


Menos clubes - De acordo com o Futebol Interior, Reinaldo Carneiro Bastos pretende ouvir todas as necessidades dos clubes, já que talvez nem todos consigam participar da competição deste ano e que irá fazer de tudo para ajuda-los. Por causa da crise, prevê, parte dos 42 times que disputariam a Segundona vai desistir da competição em 2020.

Agência oficial do E.C. XV de Jaú

©2020 desenvolvido e mantido por  Guilherme Bono | Opa! Publicidade e Propaganda

Opa!