Rodrigo: recomeço em alto nível e com grande concorrência no gol

Rodrigo Miranda foi titular do XV de Jaú em praticamente todo o campeonato do ano passado, ficando de fora da reta final por causa de uma lesão. E ele está no elenco de 2020 recuperado e treinando em alto nível. Sabe que só assim pode vencer a concorrência pela camisa número 1 do time no Campeonato Paulista Sub-23 da Segunda Divisão, que começa para o Galo em 21 de outubro.


Rodrigo é o maior atleta do elenco, com 1,97 de estatura. Vai completar 23 anos em plena competição. Diz que a disputa no gol “é sadia” e que está trabalhando muito para retribuir a confiança da comissão técnica.



Disputa sadia - “Peço a Deus sempre para me livrar de lesões e dessa doença da pandemia”, comenta. “Vamos deixar essa dúvida para o professor. Aqui não tem favoritismo, tem trabalho. Quem estiver melhor vai jogar.” Também são goleiros no elenco do Galo Pedro Rocha e Thiago Igor.


Ele foi titular no jogo-treino contra o Velo Clube e entrou na segunda etapa contra o Capivariano. Disse que a mudança de perfil foi significativa de um jogo para o outro. “A evolução foi nítida do primeiro jogo para o segundo”.


Segundo o goleiro, o próximo jogo-treino, contra o União Barbarense, sexta-feira (10h, em Santa Bárbara), vai dar uma base melhor por ser um time da mesma divisão à qual o XV vai disputar.




Elenco experiente - Sobre o elenco do XV, disse que o time cresceu 100% em relação ao ano passado, comparando trabalho dentro de campo, treinamento e superação de limites. Diz que com a metodologia de trabalho do técnico Sérgio Caetano ele acredita que vai ser difícil o XV tomar gols, ao mesmo tempo em que vai dar condições aos jogadores chegarem ao gol rival. O ataque é forte e a defesa nossa é sólida, garante o goleiro.


Ressalta que individualmente o XV tem um elenco muito forte, citando o zagueiro Café como um dos pilares do elenco – Café é um dos mais experientes do grupo com dois acessos na carreira e passagem por clubes importantes.

Mata- mata – No campeonato deste ano, a primeira fase será curta com oito jogos em um mês, com apenas 16 times dos 35 passando de fase. E já terá mata mata na sequência. Goleiro Rodrigo fala sobre isso, quem trabalhar melhor pode se dar bem e seguir adiante. “Quando chegar o mata mata vai ser cada um dando o melhor de si, se superando para conseguir sair com as vitórias.”


O goleiro faz uma mea-culpa em relação ao ano passado, quando deixou a Ponte Preta para jogar do XV, passou por problemas pessoas e físicos e não rendeu 100% do que poderia. Agora garante que já superou isso. E entende que o XV é um recomeço, por isso vai aproveitar cada oportunidade que tiver. E finaliza apontando uma grande união no elenco deste ano, com todos remando para o mesmo lado, condição que tende a levar à conquista dos objetivos.

RODRIGO

Nome: RODRIGO ANTUNES MIRANDA

Posição: GOLEIRO

Nascimento:12/11/1997

Último clube: XV DE JAÚ

Altura/peso:1,97 / 103 KG

Natural: RIO DE JANEIRO-RJ