XV intensifica treinos para "decisão" em Amparo no sábado



Depois da folga geral na segunda-feira, após a grande vitória de domingo sobre o Itararé (3x2), o elenco do XV de Jaú retomou os treinamentos nesta terça-feira (30/07) com um programação intensa até a viagem para Amparo. O time treina para o jogo de sábado, mais uma "decisão" na luta pela classificação à segunda fase do Campeonato Paulista Sub-23 da Segunda Divisão.



O XV tem quatro pontos no grupo 9, empatado com o Itararé e dois pontos atrás do Mauá, o segundo colocado e adversário do XV no fim da fase (9/08, no Jauzão). O líder no grupo é o Amparo, com sete pontos e rival deste sábado. Os quatro times estão no páreo pelas duas vagas do grupo à próxima fase, mas ainda é possível o terceiro colocado avançar como um dos quatro melhores terceiros.

Na volta aos treinos teve treino de musculação de manhã e um trabalho técnico à tarde no Estádio Zezinho Magalhães. O elenco sub-20, que estréia sábado (3/08) no Paulista da categoria, enfrentou os reservas dos profissionais. Para a quarta-feira o técnico Sérgio Caetano programou um treino tático no campo da Vila Ribeiro (8h30) e um de finalização/defesa às 15h no Jauzão.

Na quinta-feira os jogadores têm uma pausa de manhã e fazem o coletivo tático de apronto às 15h no estádio. Na sexta-feira o trabalho termina com treino de bolas paradas e um recreativo a partir das 8h30. A viagem será após o almoço rumo a Amparo, onde o XV joga às 15h de sábado.



Desfalques - Para esse jogo, o treinador precisa definir os substitutos do volante Magno e do lateral-direito Cafu, que receberam cartão vermelho na "batalha" diante do Itararé. Os dois atletas estão entre os mais utilizados pelo XV na temporada, tendo sido relacionados para 15 dos 16 jogos do clube na temporada.

Cafu foi a 15 jogos e atuou por cerca de 1.220 minutos em 13 jogos como titular e um entrando no decorrer da partida. Magno teve 15 convocações e foi titular em todos eles, totalizando cerca de1.310 minutos em campo.



Ambos só não estiveram na lista dos jogos quando cumpriram suspensão. Magno ficou de fora do jogo diante do União Barbarense no returno da primeira fase. Cafu só não atuou diante do Brasilis na primeira rodada do returno da fase inicial, quando estava suspenso.

Magno e Cafu só não foram mais atuantes do que o artilheiro Batalla, que esteve em todos os 16 jogos do XV num total de 1.380 minutos em campo. Ele só ficou no banco no penúltimo jogo, em Itararé, mas entrou logo no início da segunda etapa. Batalla tem 12 gols e é o vice-artilheiro, atrás de Mayco (Amparo), com 13.

Opções - Para o lugar dos ausentes, o técnico ainda não divulgou quem entra no time. Os treinos da semana vão ser utilizados para testar as alternativas possíveis.