XV perde invencibilidade em Itapira e vai decidir vaga em casa no próximo sábado

Texto e fotos: Paulo César Grange/XV de Jau


O XV de Jaú perdeu a invencibilidade no Campeonato Paulista Sub20 da Segunda Divisão e com ela a vantagem que tinha de dois empates nas quartas-de-final. A derrota neste sábado (12/10) em Itapira obriga o Galinho a jogar pela vitória no segundo jogo do mata-mata, dia 19, no Estádio Zezinho Magalhães. O Itapirense venceu por 2 a 1 e vai precisar só de empate na partida decisiva.


Lance do gol contra a favor do XV

No início da partida o XV chegou a criar mais jogadas no ataque, mas foi surpreendido aos 12 minutos quando PH acertou um chute meio sem ângulo, da esquerda, e abriu o placar para o Itapirense. O lance deu uma assustada no time jauense, que ficou mais de 20 minutos sem chutar ao gol, apesar de ter mais posse de bola do que o rival.


De tanto pressionar, finalmente uma jogada de perigo foi criada. Jonathan lançou Wésley na linha de fundo, o atacante cruzou rasteiro e estava quase ao alcance do volante Alexsandro, quando o lateral Jonatan, do Itapirense, chutou para as próprias redes ao tentar desviar a bola. O XV empatava o jogo aos 43 minutos. E voltaria em busca da virada na segunda etapa.


Alexsandro comemora o gol do XV, o único da partida

No segundo tempo o jogo o XV sofreu mais pressão e em dois lances o goleiro Vinicius chegou a tirar a bola com a ponta do dedo, jogando sobre o travessão. No ataque, o XV chegou em lances de bola parada ou em jogadas individuais. O gol, porém, não saiu. Até que aos 29 Lucas chutou da entrada da área e fez 2 a 1 para o Itapirense


O técnico Sérgio Caetano, que já tinha feito uma substituição (Tizeu por Robinho) fez outeras quatro alterações em busca do gol, mas não foi feliz desta vez. Entraram no time Carlinhos, Molina, Leonardo e Nailson nas vagas de Marco Pollo, Jhonathan, Luzinel e Wésley. Acabou mesmo 2 a 1 para os donos da casa.



No fim da partida os jogadores deixaram o campo chateados, mas com o discurso de que dá pra reverter a situação em casa. Também lamentaram as falhas da equipe e prometeram treinar mais ao longo da semana à espera da decisão que vale vaga na semifinal.


O presidente do XV, Rodrigo Luiz Paulino, não considerou justo o resultado, considerando que o ideal seria o empate pelo que os times apresentaram em campo. Ele lembrou que o XV já saiu algumas vezes atrás no placar e conseguiu sair da situação adversa. Reiterou que confia no elenco e na comissão técnica e que o XV tem condições de avançar à semifinal e chegar à decisão em busca do bicampeonato - foi campeão em 2016. Em 2017 e 2018 o título ficou com o itapirense, que tenta chegar ao tri.




Itapirense 2 x 1 XV de Jaú

Data: 12/09

Gols: PH (12min 1T, Itapirense), Jonatan (43min, 1T, contra, XV) e Lucas (29min, 2T, Itapirense)

XV de Jaú: Vinicius, Marco Pollo (Carlinhos), Marcelo Novais, Bruno Felipe e Gustavo Madureira; Caíque, Alexsandro, Tizeu (Robinho) e Jhonatan (Molina); Luzinel (Leonardo) e Wésley (Nailson). Técnico: Sérgio Caetano

Agência oficial do E.C. XV de Jaú

©2020 desenvolvido e mantido por  Guilherme Bono | Opa! Publicidade e Propaganda

Opa!